Do útil ao desagradável: A segurança de dados nos aplicativos

Por

Robinson Ferreira

Você já parou para pensar como seria o nosso dia a dia sem as facilidades que um smartphone pode oferecer? Presente no mercado há pouco mais de 10 anos, o telefone inteligente disponibiliza uma quantidade enorme de aplicativos, quase indispensáveis nos dias de hoje.

Graças aos avanços tecnológicos, em especial ao surgimento da internet, a necessidade de conectar pessoas tem sido prioridade. Grandes empresas como a Apple e o Google passaram a investir pesado em tecnologia para smartphone, dando início ao surgimento dos Aplicativos ou Apps (do inglês “Applications”).

Com o desenvolvimento dos smartphones, os Apps ganharam força. Criados para atender as necessidades dos usuários, rapidamente foram surgindo inúmeras aplicações para quase tudo o que você possa imaginar. Hoje, Apple Store e Play Store disponibilizam milhões de aplicativos pagos e gratuitos.

A crescente popularização dos aplicativos fez com que a Apple e o Google abrissem as lojas para os desenvolvedores publicarem seus próprios Apps. Estima-se que o Google fature aproximadamente 3 bilhões de dólares com o Google Play, enquanto as receitas da Apple, com a App Store, gire em torno de 20 bilhões de dólares.

A abertura desse mercado trouxe benefícios, mas também muita preocupação. Qualquer dispositivo conectado em rede pode ser interceptado por hackers. Se levarmos em consideração que mais de 123 milhões de pessoas* se conectam à internet pelo celular, o risco de invasão e vazamento de dados passa a ser inevitável.
*Dados de 2018 da pesquisa TIC Domicílios/Cetic.

É possível confiar nos aplicativos?

O risco de você baixar um App malicioso existe, não podemos negar. No entanto, o risco de ameaça em uma loja oficial é menor em relação aos sites de terceiros. Ainda assim, existem muitos relatos de Apps falsos e infectados, encontrados na Apple Store e Play Store. A última, com maior número de casos devido ao sistema operacional do Google ser mais aberto e flexível.

Mas, não se assuste. A intenção do artigo não é fazer com que você pare de baixar aplicativos em seu smartphone, mas, sim, alertar para os perigos que estão camuflados nos Apps e que podem passar despercebidos. Alguns cuidados básicos podem evitar a invasão e o vazamento dos seus dados.

segurança aplicativos redes sociais

Limitar as informações nas redes sociais, contribui para maior proteção de dados

Aplicativos de Redes Sociais

Os Apps de redes sociais são unanimidade entre os usuários de smartphones em todo o mundo e o principal alvo de hackers, justamente pela popularidade e quantidade de dados compartilhados. No caso de Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat e Pinterest, fique atento às solicitações de permissões e avalie se faz sentido para o funcionamento do App. Outro ponto que ajuda a proteger os seus dados é limitar as informações pessoais. Quanto menor a exposição, menor a chance de ser hackeado. Aplicativos virais são disseminados facilmente nas redes sociais. Procure evitar os testes de personalidade e FaceApp. Este último, recolhe imagens e o histórico de navegação do usuário.

Aplicativos de Mensagens Instantâneas

Os famosos aplicativos de mensagens instantâneas WhatsApp e Telegram, também são alvos de espionagem e vazamento de dados. Mesmo sendo considerados os mais seguros do segmento (por adotarem a criptografia de ponta a ponta), existem relatos de falhas no sistema. A verificação em duas etapas é uma boa opção para evitar ataques. O App solicita a senha do usuário sempre que houver a tentativa de acesso em um novo dispositivo. Vale lembrar, que o Messenger do Facebook é mais vulnerável a ataques, por não adotar a criptografia de ponta a ponta.

Atenção ao Bluetooth

A crescente integração entre dispositivos por meio do Bluetooth, pode aumentar a vulnerabilidade do seu smartphone. Apesar de não existir relatos de roubo de dados, recentemente foi descoberta uma falha no sistema. A recomendação de especialistas é que você desative essa função quando não estiver em uso.

segurança você quem faz smartphone

Proteção com senha dificulta o acesso indevido

A sua segurança é você quem faz!

Fique atento ao conteúdo que você acessa. Procure baixar aplicativos em lojas oficiais, leia a política de privacidade, que informa como o App vai proteger os seus dados, as avaliações na loja e desconfie se não tiver nenhuma avaliação. Observe quanto tempo o serviço está disponível e fique atento ao comportamento do seu dispositivo após a instalação. Lentidão e consumo de bateria elevado são sinais de alerta. Vale também se precaver com um serviço de antivírus (de preferência pago) e manter o sistema operacional sempre atualizado.

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página