A hora demorou a passar? Então mate o tempo!

A hora demorou a passar? Então mate o tempo!

O que você faz quando está no ônibus e encara aquele trânsito delícia das 19h? Como você mata o tempo quando marca de ir ao dentista e chega uma hora antes? O que você faz quando acabaram as revistas novas e você já leu todas as embalagens dos produtos de beleza da sua mãe/mulher/irmã? Pois é, a gente precisa ter passatempos nessa vida.

Como passar o tempo?

Com a velocidade da informação e os passatempos cada vez mais no campo da multimídia, você, fã das diversões eletrônicas, pode querer algum pouco mais digital. E, se é o seu caso, você está com sorte.  Isso porque o mundo da tecnologia está recheado de opções para todos os bolsos, pronta para quem quer passar o tempo com um pouco mais de cultura, entretenimento e comunicação com quem você gosta.

Os clássicos

Livros e revistas são os passatempos mais clássicos de todos os tempos. São ideais para ter em casa, na mesinha para a hora do tédio ou até mesmo levar no ônibus. Mas, você já deve ter percebido a dificuldade: os livros podem ser pesados (a menos que sejam livros de bolso, claro) e pouco práticos de carregar em mochilas lotadas ou pastas.

Mas eis que a tecnologia trouxe uma luz ao problema: são os leitores de livro digitais, ou e-Readers. Aqui no Pontofrio.com você encontra com exclusividade um dos pioneiros no setor, o Kindle, criado pela fabricante americana Amazon. Com tela de seis polegadas antirreflexiva, peso minúsculo (apenas 200 gramas) e com somente 1 cm de espessura, esses equipamentos são muito convenientes para quem quer liberdade de escolha no que lerá. A gente sabe: às vezes, o humor não está para aquele drama, e um livrinho engraçado cairia muito melhor.

Imagine que em um aparelho desses é possível guardar mais de 1.000 obras. É coisa pra caramba para escolher, não? Os livros eletrônicos — chamados de e-books — podem ser baixados direto em uma lojinha e lidos quando você quiser, e a bateria em carga completa chega a até um mês (estimativa de uma hora de leitura por dia, sem o recurso de Wi-Fi ativado).

Se você está  no trânsito, no seu carro, é melhor não desviar a atenção com gadgets que exijam olhar na tela. Nesse caso, o rádio é um grande amigo. Há diversos modelos. Para aquelas horas de desespero, de trânsito parado, um GPS automotivo capaz de reproduzir vídeos e TV ou um tocador de DVD pode ser uma ótima ideia.

Tablets e smartphones

Aplicativos e jogos nos tablets

Os e-Readers são ótimos para leitura, mas você pode estar atrás de um equipamento multifuncional, que varie não apenas a leitura, mas ofereça uma variedade maior de coisas para fazer. É exatamente esse o diferencial dos tablets. De medidas semelhantes às dos e-Readers, esses dispositivos possuem tela sensível ao toque de alto brilho e são voltados para o entretenimento multimídia e a comunicação.

Um tablet pode ser usado para agilizar o trabalho, organizar a vida e escrever e-mails, usando aquele seu tempinho ocioso para tornar a correria do trabalho um pouco mais amena. Ou para descansar: ligue e saia jogando, navegando na internet, conversando com amigos ou interagindo nas redes sociais e verificando links interessantes. Se preferir, assista a vídeos ou ouça música!

O problema para alguns é que os tablets são meio desajeitados de manipular. Já imaginou só tirar um dispositivo que precisa de duas mãos para ser manipulado enquanto tenta se segurar num ônibus cheio? Os tablets têm um concorrente menor e tão poderoso quanto: os smartphones. Esses telefones conectados fazem tudo o que os tablets fazem, em uma tela um pouco mais reduzida. Não são tão bons para leitura de textos longos, mas são o que você precisa para matar o tempo com algo que caiba em seu bolso. Literalmente.

Videogames portáteis

Jogar é sempre uma boa opção!

Outra forma clássica que acompanha a vida da molecada — e dos adultos também — desde a década de 90, os videogames portáteis foram a revolução no entretenimento eletrônico. Grandes fabricantes de console como a pioneira Nintendo e a Sony possuem aparelhos de medidas reduzidas e que podem ser um alento para quem gosta de relaxar enfrentando chefões, resolvendo mistério ou destruindo pedrinhas que caem do céu.

Alguns podem dizer: mas os smartphones e tablets também têm jogos. A gente concorda — e são muito divertidos — mas os videogames portáteis são voltados a um setor que se chama de “hardcore”: são os jogadores veteranos que não dispensam uma partida daquele game como se estivesse, de fato, jogando videogame na televisão de casa.

O melhor é que os dispositivos mais novos têm, inclusive, recursos extra como a capacidade de tocar vídeos e músicas, assim mesmo que você não esteja na vibe de sair jogando, pode se distrair naquela hora que parece que não quer passar.

São muitas as opções, né? Qual o seu passatempo preferido?

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página