Escolha o lado da força. Jogamos Star Wars Battlefront!

Escolha o lado da força. Jogamos Star Wars Battlefront!

Que fã de Star Wars nunca se sentiu, durante a reprodução do filme, dentro da história. Quem nunca se levantou do sofá ao ver uma das batalhas entre a Aliança Rebelde e as forças imperiais e vibrou junto com a vitória ou sofreu a derrota?

Pois é, a saga de George Lucas não é considerada uma das maiores trilogias do cinema à toa. E quem admira a trilogia clássica de Star Wars e quer ainda mais diversão, tem uma nova forma de se colocar dentro da ação: a partir de um game recém-lançado pela Electronic Arts.

Estamos falando de Star Wars: Battlefront, um jogo bonito, dublado em português (se assim desejar) e com efeitos sonoros tirados do filme, que coloca jogadores em uma galáxia muito, muito distante, para confrontar em algumas das principais batalhas dos filmes Uma Nova Esperança, O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi.

Se você ainda não viu ou ouvir falar de Star Wars: Battlefront, a primeira coisa que você precisa saber é que trata-se de um jogo de tiro em primeira pessoa – em inglês, são chamados de First Person Shooter (ou FPS, na sigla) – com possibilidade de visão também em terceira pessoa.

Apesar de possuir um módulo local para um ou dois jogadores, Battlefront é um jogo projetado para ser uma experiência multiplayer online. O que quer dizer que se você está no Xbox One, precisará de uma assinatura da Xbox Live, e se está no PlayStation 4, precisará de uma conta na PSN com uma assinatura da PS Plus (consulte taxas de mensalidade ou anuidade para jogar). O game também está disponível para PC com Windows.

Os modos presentes em Battlefront

Star Wars: Battlefront não tem uma história, por si só. Na realidade, ele presta uma homenagem a uma história que provavelmente a grande massa de seus jogadores já conheçam das telas do cinema. O jogo é uma espécie de ambientação com alguns dos cenários dos filmes e outros inspirados.

Quando você se conecta ao jogo, depois de criar uma conta, entra em uma partida de alguns dos modos escolhidos. Automaticamente o jogo sorteia um dos lados, colocando você como um soldado da Aliança Rebelde ou um trooper do Império.

Os dois modos que mais chamam a atenção por serem bastante diferentes dos outros games FPS são Ataque dos Walkers e Esquadrão de Combate.

Em Ataque dos Walkers, o Império está invadindo o cenário com máquinas de guerra pesada (lembra dos AT-ATs? São eles \o/) e os Rebeldes precisam impedir o avanço. Esse é o modo chamariz do jogo e certamente é onde você vai querer ficar bastante tempo trocando tiros e bolando a sua estratégia, seja para dizimar os Rebeldes, seja para impedir a ação da tropa imperial.

O modo Esquadrão de Combate é bem diferentão, e muda as regras da batalha. Em vez de disputar no solo, o combate acontece todo no céu, com batalhas aéreas entre naves que todos os fãs já quiseram pilotar, dos X-Wings e caças TIE à “lata-velha do espaço”, Millenium Falcon.

Há ainda modos que lembram bastante o “capture a bandeira”, comum em jogos FPS com modos cooperativos. São eles: Captura de Carga, Captura de Dróides e Captura de Cápsulas. O modo Supremacia também merece destaque e foi um dos nossos preferidos, por colocar 40 jogadores no mapa pelo domínio de cinco postos importantes.

Quem gosta do modo “deathmatch”, o “mata-mata”, vai gostar de jogar a Batalha com 10 jogadores em cada equipe, ou apimentar um pouco a diversão nos modos que colocam Heróis vs Vilões lendários no mapa ou mesmo que permite a cada jogador se tornar o único personagem clássico contra todos os outros jogadores no servidor em Caça ao Herói.

São muitas opções de jogo, cada uma com seus limites de número de jogadores que podem ser de 6 de cada lado a até 40.

O treino leva à perfeição, jovem padawan

Entrar em Battlefront pela primeira vez é um desafio e tanto. Você começa quase sem recursos, com armas básicas e sem muita habilidade, para acabar descobrindo que boa parte de quem está disputando tem armas avançadas. Mas não se intimide, o começo difícil guarda boas surpresas.

Conforme se ganha pontos – os pontos são ganhos ao final de cada combate com base não apenas no número de adversários que você derrubou, mas também com as missões que realizou ou as assistências dadas à sua equipe – você sobe no ranking e pode investir os pontos em novas armas e habilidades.

A diversão começa a ficar mais legal a partir do décimo, décimo primeiro nível, quando as armas realmente poderosas começam a ficar disponíveis, e vai sendo aumentada gradualmente com novidades para os jogadores mais avançados.

A dica primordial nesse começo é não sair sozinho, siga sempre com outro jogador. Sempre que possível explore o mapa atrás de power-ups que deixarão você, inclusive, se tornar um herói como Luke Skywalker, Han Solo, ou um vilão como Darth Vader, ou o mercenário Bobba Fett. Há opção, inclusive, de sair pilotando uma nave para cruzar os céus e derrubar inimigos do alto.

O que torna Star Wars: Battlefront um grande jogo é que ele é rápido. Vai agradar tanto aquele pessoal que tem bastante tempo livre como quem tem apenas alguns minutinhos e não está pronto para embarcar em um game com imensas cut-scenes ou profundas histórias. E isso não é um ponto fraco em momento algum, porque o enredo de Battlefront é sólido, vem de décadas atrás, quando o mundo conheceu Star Wars.

Recomendadíssimo!

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página