Assassin’s Creed: Unity leva a revolução francesa para dentro de casa

“Fui acusado injustamente de matar meu pai adotivo e jogado às traças, preso na bastilha e separado de minha companheira de aventuras e parceira Élise. Ali, solitário, tracei o plano de buscar justiça e a verdade sobre este assassinato. Liberdade.

Fui apresentado à irmandade dos assassinos e com ela aprendi que a sensibilidade e o silêncio são armas tão afiadas como a espada. A eles devo lealdade e graças a eles pude evoluir e me tornar um matador experiente e calculista. Com eles, posso limpar meu nome. Fraternidade.

Na cidade-luz, eu prefiro a sombra; me sinto tão confortável nas catacumbas e esgotos de Paris quanto nas ruas, janelas e parapeitos. Discretamente, ou no meio da multidão, sigo meu caminho e não tenho pudores em executar minhas missões. Por mim, pelo meu pai adotivo, por Élise. Na morte e na verdade, Igualdade.

Estamos na França, em 1789. Eu sou Arno Victor Dorian e este é Assassin’s Creed: Unity.”

ACUnity-Arno
O Jogo

Unity é o mais completo jogo da franquia “Assassin’s Creed”, com novas possibilidades de movimentação e estratégia. A inteligência artificial dos inimigos está mais elaborada, permitindo interrogatórios e pergunta a pessoas próximas ao protagonista, além de maior imprevisibilidade. Tal e qual um RPG, Arno poderá subir de nível, o que possibilitará uma evolução visível do personagem.

A personalização também será permitida. O jogador poderá modificar seu uniforme e isto influenciará diretamente na sua capacidade de camuflagem na multidão, por exemplo. Cada escolha será de suma importância ao jogo.

O mapa da cidade de Paris é um caso à parte, com muitas possibilidades e cenários, tanto externos quanto internos. Arno poderá se aventurar por catacumbas, esgotos e pela rua. O combate corpo-a-corpo deve ser analisado com mais parcimônia, uma vez que ganhar de cinco ou seis inimigos de uma vez será quase impossível.

Os personagens não-jogáveis reagirão um contra o outro, o que possibilitará ao jogador criar novas e engenhosas táticas para evasão ou para conseguir seus objetivos. O novo jogo da franquia valoriza bastante o jogo mental, mesmo que Arno tenha muito mais possibilidades acrobáticas do que seus antecessores, uma vez que os movimentos de parkour foram ampliados e aprimorados.

A Ambientação

Depois de passear por diversos momentos da história e cenários variados como Jerusalém, Constantinopla, EUA, Florença e Veneza, entre outros, a franquia Assassin’s Creed chega a Paris. O jogo continua com sua excelente sacada de misturar ficção e realidade, em uma teia fina de relações e atuações.

Se antes os jogadores puderam contracenar com Saladino, Ricardo Coração de Leão, Leonardo da Vinci, Maquiavel e os Borgia, entre outros, neste jogo poderão interagir com o Marquês de Sade, Robespierre e Napoleão Bonaparte, todos com papel influente e marcante durante a aventura. Isso possibilitará uma maior imersão no universo da Revolução Francesa e em todo o enredo.

Além disso, toda a caracterização da época e os prédios em escala 1:1 contribuem para que a jogabilidade e ambientação atinjam patamares ainda não conquistados. O ponto forte da franquia – as paisagens deslumbrantes e elementos gráficos realistas – ficou ainda mais forte neste episódio.

Espere por gráficos e produção de cinema, tudo em Assassin´s Creed Unity é grandioso e belo.

Assassin’s Creed e sua Construção Histórica

A franquia mantém sua característica em utilizar elementos históricos para construir grandes enredos, sempre utilizando questões religiosas e morais para compor suas características. Assim como as Cruzadas, o Renascentismo, a revolução dos EUA e até o tempo dos piratas, desta vez a franquia se utiliza de um dos períodos mais relevantes da história contemporânea, a Revolução Francesa.

Entre o iluminismo da teoria e a escuridão da prática, a Ubisoft fez um jogo equilibrado e estonteante, encantando o jogador e fazendo com que ele mergulhe mais uma vez em um universo histórico. O maior legado de Assassin´s Creed é fazer com que os jogadores – jovens ou não – se interessem por períodos da história que moldaram a sociedade como ela é atualmente. E esta é uma manobra tão engenhosa quanto os lapsos temporais que ocorrem nos episódios.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Especificações

“Unity” é o primeiro jogo da franquia que sai exclusivamente para a próxima geração de consoles. PS4 e Xbox One receberão o título, além de PCs, que deverão contar com grande reforço em placa de vídeo para suportar todas as características e exuberâncias que são propostas pela Ubisoft.

Para jogadores da geração anterior de consoles – PS3 e Xbox360 – a Ubisoft preparou “Assassin’s Creed: Rogue”, com uma sinopse completamente diferente do usual: um assassino que muda de lado e passa a caçar seus antigos pares. Mas este é assunto para outro texto. “Unity” foi lançado no dia 11 de novembro de 2014, totalmente em português.

Escolha a sua plataforma aqui:

assassins-creed-unity-pc assassins-creed-unity-ps4 assassins-creed-unity-xbox-one

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página