Aquecimento Call of Duty: Ghosts! Confira as novidades dessa edição.

call-of-duty-ghosts

Foi em 2003 que a série Call of Duty, da Activision, foi apresentada. Começou nos computadores e conquistou, pouco depois, o território dos consoles e portáteis. Em dez anos de existência, coleciona títulos, sempre com temáticas empolgantes para os fãs de história e curiosos pelas guerras mais importantes dos tempos modernos.

A série que começou retratando a Segunda Guerra Mundial (seu tema mais recorrente), também estendeu seu domínio para cobrir a Guerra Fria e apostou em conflitos modernos. Já foram nove títulos lançados na série principal, além de peças exclusivas variadas dedicadas a outras plataformas, como os portáteis PSP, Nintendo DS, PlayStation Vita e portáteis iOS.

Agora a série chega a um novo patamar. Call of Duty: Ghosts aborda um futuro onde os Estados Unidos não são mais uma super potência. Um ataque devastador mudou o panorama mundial e uma unidade de elite – a Ghosts – é convocada para uma guerra silenciosa.

Enredo de cinema

Se Call of Duty começou explorando a Segunda Guerra Mundial e passou para a Guerra Fria, entrou com o pé direito nos conflitos atuais e promete emoção para quem gosta de games futuristas. O enredo de Ghosts é envolvente, o que apesar de não ser essencial em um jogo de guerra, é extremamente bem-vindo para os fãs de jogos com boas histórias.

A cidade de San Diego, na Califórnia, é alvo de um bombardeio vindo de uma estação espacial americana de defesa. O ataque, porém, é obra de um grupo chamado Federation, que provocou uma mudança no panorama mundial. Países foram dizimados e os Estados Unidos perderam a supremacia mundial, caindo do posto de super-potência mundial.

A Federação passa a dar as cartas e, em 2023, invade os Estados Unidos. A batalha está sendo perdida, mas em um esforço de resistência, o Exército Americano cria uma divisão chamada Ghosts. A missão, quase suicida, dependerá de muita perícia dos membros da divisão liderada pelo veterano Elias Walker e seus soldados.

Modos de jogo

O enredo de Ghosts se desenvolve em modo individual de campanha, o chamado Single Player. Mas, assim como quase todos os jogos de tiro (FPS) modernos, o que realmente chama a atenção dos gamers são os modos multiplayer, ou seja, para diversos jogadores. São previstos para Call of Duty: Ghosts onze tipos de partida para múltiplos jogadores pela internet.

Além dos modos de matança (deathmatch) e dominação (domination), há modos como o Blitz, no melhor estilo “capture a bandeira”, e o free for all, onde os jogadores disputam a melhor pontaria em eliminar inimigos. Há ainda dois modos novos: Grind e Hunted. São muitas modalidades para que os gamers não se enjoem e para que o “replay” seja praticamente interminável (replay é o nome dado a quantas vezes um game pode ser jogado).

Os mapas também poderão ser alterados e destruídos pela ação dos jogadores durante as partidas, o que aumenta o realismo e diversão. E um novo tipo de recurso chamado Squads permitirá a criação de equipes, e além de seis mapas já confirmados (um deles exclusivo para quem adquirir o Ghosts em pré-venda) haverá também a possibilidade de jogar com personagens femininas.

Além disso foi anunciado um modo cooperativo com uma invasão alienígena! Isso mesmo! Você e seus amigos podem juntos salvar a Terra de um ataque interplanetário.

Call fo Duty: Ghosts será lançado amanhã (dia 5 de novembro) para os aparelhos PS3, Wii U e Xbox 360, além de PC (Windows). No dia 15 de novembro chega ao PlayStation 4 e no dia 22 de novembro ao Xbox One, cobrindo as primeiras levas dos games de nova geração. Um prato cheio para gamers aficcionados por jogos de tiro ou para quem quer começar a nova geração com tudo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página