Dicas de ferramentas para reparos e trabalhos artesanais

Por

Tiago Martins

Essa é pra você que gosta e sabe que, muitas vezes, os pequenos reparos domésticos podem ser feitos sem a ajuda de um profissional da área. Pela simplicidade da situação, as pessoas acabam resolvendo os problemas em casa por conta do conhecimento prévio ou porque são curiosas e pesquisam em sites e tutoriais do Youtube.

Para começar, mas antes de arregaçar as mangas, vale lembrar que você deve se precaver e utilizar sempre os equipamentos de proteção individual (EPI). São luvas, óculos de segurança, máscaras, capas de proteção (uso indicado por cima de uma camiseta de mangas longas) e protetores auriculares.
Além disso, é fundamental conhecer previamente a ferramenta, lendo atentamente o manual que acompanha o produto. Pois é, não dá para resolver problemas e se arriscar ao mesmo tempo. Bora fazer tudo em perfeita segurança!

Vamos citar algumas ferramentas elétricas que podem ser verdadeiras aliadas, não só nos pequenos reparos do dia a dia, mas também para marceneiros, artesãos ou quem curte os trabalhos artesanais mais básicos e bricolagem.

ferramenta eletrica microrretifica

Versátil, a microrretífica pode ser utilizada para diversos trabalhos

Microrretífica

Esta é a ferramenta “faz tudo”, ou seja, se houver uma palavra ideal para definir a Microrretífica, é versatilidade. Compacta, cabe na palma da mão e geralmente tem corpo emborrachado, facilitando a pegada. O seu lado versátil vem da possibilidade de trocar o acessório, já que o equipamento acompanha opções para realizar diversos tipos de trabalhos.

Você poderá amolar ferramentas, lixar, esculpir madeira, fazer trabalhos em plástico, vidro, PVC ou acrílico, cortar aço, plástico, cerâmica, pedras e madeira, além de utilizá-la como furadeira e esmerilhadeira.

Também é possível debastar e afiar, alcançando os lugares mais difíceis, limpar e polir com a possibilidade de remover a ferrugem mais facilmente, além de esculpir e gravar com alto nível de detalhamento e precisão.

ferramentas eletricas dicas reparos

A parafusadeira é uma das ferramentas elétricas mais utilizadas para os pequenos reparos

Parafusadeira e Furadeira

Você vai encontrar muitas opções de parafusadeiras e furadeiras em um único aparelho, esse 2 em 1 que acaba sendo uma mão na roda para quem valoriza a praticidade e versatilidade nos produtos.

Para começar, verifique as características que diferem esses aparelhos, tornando-os mais eficientes e práticos em relação aos modelos inferiores/mais básicos. Confira quais são seus atributos, como velocidade, torque, número de rotações e diâmetro de perfuração.
Outra dica é quanto ao mandril de aperto rápido, que proporciona mais agilidade do que os modelos que precisam de chave, para as trocas de bits ou na colocação de uma broca. Inclusive, é imprescindível verificar a capacidade do mandril para os tamanhos das brocas, antes de adquirir um produto que possa limitar o uso da ferramenta.

Quanto ao funcionamento com fio ou à bateria, você deve optar pelo aparelho que vai lhe proporcionar um dia a dia mais prático, isso depende muito do tipo de uso que cada pessoa faz do equipamento. Se for à bateria, destaque para a de lítio (Li), que tem maior duração e suporte para ciclos de carga e descarga. Ou seja, maior vida útil!

Outra vantagem é se a parafusadeira/furadeira tiver duas baterias, para que você consiga deixar uma delas carregando, enquanto trabalha, normalmente, utilizando a outra. Se houver indicador de bateria, melhor ainda! Afinal, você conseguirá acompanhar se o equipamento está chegando no fim da carga.

Serra Tico-tico

E agora, estamos indo longe demais? Chegou a vez de falarmos da serra tico-tico… Pois é, o nível de dificuldade aumenta, especialmente para iniciantes em trabalhos manuais e no manuseio de ferramentas elétricas. Para qualquer tipo de usuário, expert ou não, vale reforçar a importância do uso de EPI (equipamento de proteção individual) e da leitura completa do manual do produto.

A serra tico-tico pode ser de bancada (fixa) ou manual (livre). Com ela, você vai obter cortes precisos com movimentos de vai e vem, utilizando uma lâmina serrada, que pode ser específica para madeira, ferro, alumínio, plástico, cerâmica ou azulejo. O equipamento faz cortes retos e angulares, na vertical, para cima e para baixo, e na horizontal, para frente e para trás.

Os atributos mais relevantes da serra tico-tico são sua potência, velocidade, ajustes orbitais, tipos de lâminas e lâmpadas de led. A potência, por exemplo, indica a velocidade do motor, para que o usuário saiba quais os tipos de materiais que o equipamento terá capacidade de cortar.

Já os ajustes orbitais vão determinar se a serra conseguirá fazer os cortes em ângulos e lados diferentes, com curvas e movimentos detalhados. Quanto às lâminas, que podem ser mais largas ou estreitas, também devem ser observadas atentamente, bem como a praticidade na hora de removê-las do aparelho, ou seja, se é possível fazer a troca da lâmina sem o uso de ferramentas. As lâmpadas de led oferecem mais precisão nos ambientes escuros.

Uma dica valiosa é ter cuidado com o acúmulo de pó e pedaços sobre o material que você estiver cortando. Esses resíduos dificultam a visualização das marcações feitas no objeto, sem contar que podem reduzir ou impedir o trabalho da lâmina. Portanto, vale a pena manter o objeto de trabalho limpo durante o uso da ferramenta.

ferramentas eletricas trabalhos qualidade

Curta suas paixões utilizando ferramentas de alta qualidade

Esmerilhadeiras

Chegando ao fim deste artigo, não poderíamos deixar de dar o melhor acabamento… Bom, sem querer fazer uso de trocadilhos, abordaremos agora as esmerilhadeiras, equipamento utilizado para realizar o último capricho no seu trabalho.

Também conhecida como rebarbadeira, ela funciona como uma espécie de amolador, para lixar e dar acabamento em diversos tipos de materiais.

De certa forma, ela lembra a versatilidade que comentamos da microrretífica, pois permite que o usuário acople outros acessórios em sua estrutura, como as escovas rotativas, que removem a ferrugem e sujeira das superfícies. Outra possibilidade é fixar um disco diamantado na ferramenta, para realizar o corte de materiais duros, como mármore, granito, pedra e concreto.

Quanto aos modelos, a esmerilhadeira angular é a mais comum no mercado, enquanto a que funciona à bateria é indicada para locais sem eletricidade e em ambientes externos. Tem também a esmerilhadeira pneumática, mais complexa e robusta, que é usada em oficinas, pois exige um compressor de ar para funcionar.

três tipos de disco: de desbaste, para acabamentos e eliminação de rebarbas e imperfeições; de corte (metal, aço, pedra etc); e o flap, que intensifica ainda mais o acabamento e tem capacidade de remover tinta, pontos de ferrugem ou solda.

Resumindo… Para cada tipo de trabalho, existe uma ferramenta elétrica que vai lhe atender de uma forma mais precisa e eficaz, tornando muito melhores os pequenos reparos caseiros e trabalhos artesanais. Tudo isso, com muitas opções de produtos e variações de características, você encontra no nosso site.

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página