Guia do Solteiro: Nem só de fogão se vive

Guia do Solteiro: Nem só de fogão se vive

Você fez as malinhas e decidiu sair da casa dos pais. Alugou um cantinho, comprou uma geladeira, um fogão, um colchão, levou contigo o seu videogame e a sua TV e acha que é só isso que basta. Ah! Que delícia que é essa sensação de liberdade, de andar à vontade pela casa, de comer na hora que bem entender, de deixar a toalha em cima do colchão sem tomar bronca de ninguém, nem da mãe nem do pai nem da namorada…

Guia do solteiro: Nem só de fogão se vive

Esse é o lado bom de ser solteiro e morar sozinho. Mas existem outras questões práticas que não são tão simples: agora é você quem vai administrar a casa. Lavar e passar a roupa; limpar o chão, as janelas e os móveis; fazer a própria comida, afinal nem só de sanduba vive o Homem.

É nesse clima, de liberdade e novas responsabilidades (e muita, muita fome), que o Pinguim vai te explicar quanta tecnologia existe ao seu dispor para transformar a sua gororoba em pratos deliciosos, com o temperinho igual ao da mamãe.

A evolução dos eletrodomésticos

Já dizia a santa vovó Pinguina: “quem sabe ler, sabe cozinhar”. Então compre um livro de receitas bem legal e vá à luta. Comece pelas mais básicas e depois aceite o desafio de cozinhar pratos mais difíceis. Aí convide para jantar todo mundo que apostou que você não duraria nem uma semana morando sozinho.

No tempo da vovó Pinguina, ela tinha que ter o dom da culinária porque precisava preparar aqueles pratos deliciosos no fogão à lenha e na panela de ferro. E só. Eram esses os recursos disponíveis na época. Já os seus pais tiveram uma mãozinha do fogão à gás e as coisas começaram a ficar mais simples, embora ainda exigissem bastante talento. Hoje, meu querido amigo solteiro, você não tem desculpa. Pode ser um zero à esquerda na cozinha: sabendo ler e tendo esses equipamentos da lista aí debaixo, você nunca mais vai precisar ligando chorando de fome para a sua mãe.

Fornos elétricos

Sabe aquele frango assado com a casquinha crocante, douradinho por fora e macio por dentro, que você já deve estar salivando só de imaginar? Ou aquele queijo gratinado por cima da lasanha de berinjela (caso você seja vegetariano, porque o Pinguim pensa em tudo)? Pois então, você não chega nesse resultado com mágica, basta ter um forno elétrico em sua casa.

Eles são práticos, compactos, têm um visual moderno e realçam o sabor dos alimentos.

Micro-ondas

O mesmo preconceito que você sofreu quando decidiu sair de casa e as pessoas acharam que você não duraria uma semana, o pobre do micro-ondas sofre também quando o assunto é cozinhar. Geralmente, ele é usado só para esquentar leite ou o prato de comida já pronto, mas isso é um mau uso do aparelho, porque ele é capaz de preparar diversas receitas, de maneira prática e rápida. Melhor ainda, em um só clique, porque os modelos atuais vêm com receitas do dia a dia pré-programadas.

Grill

O grill é o tipo de aparelho para você provar que é um sujeito saudável e está se cuidando. Ao invés de fritar, ele grelha os alimentos, dispensando o uso de óleo e extraindo boa parte da gordura dos ingredientes. De impressionar qualquer mãe.

Panelas elétricas

Para arroz

As panelas elétricas para arroz são muito utilizadas em países orientais, como o Japão e a China, mas não é por uma questão de tradição. É que eles descobriram antes que preparar um arroz soltinho e delicioso requer tecnologia, e não feitiçaria.

Para outros alimentos

Existem outros tipos de panelas elétricas que, diferentes das de arroz, cozinham os alimentos com uma prancha. Elas cozinham, assam e gratinam diferentes tipos de ingredientes e são capazes de fazer tudo o que uma panela comum é capaz de fazer, só que de maneira mais saudável e mais rápida.

Sanduicheira

Guia do solteiro: Nem só de fogão se vive - Sanduicheira

Nem só de sanduba vive o Homem, mas ninguém pode negar a importância desse ~rico~ alimento, nem mesmo um Pinguim, que adora um sanduíche de sardinha de vez em quando. Você chega em casa cansado depois de um dia duro de trabalho, depois de horas sacolejando no transporte público e quer fazer o que? Colocar um recheio no meio de duas fatias de pão e mandar goela abaixo! Devia estar escrito na Constituição desse país que é um direito comer um sanduíche depois de um dia difícil. E, meu amigo, ninguém está aqui para te tirar esse direito. Portanto, compre lá o seu presunto e o seu queijo e seja feliz!

Pronto! Isso é tudo o que você precisa na sua cozinha, além de um fogão bacana, é claro. Fazendo isso, duvido que a sua mãe te ligue de novo para perguntar se você está se alimentando direito! =D

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página