Como escolher um capacete? | Blog eGlu

Como escolher capacetes?

Por

Luis Ventura

capacete moto escolha tipo

Como escolher o capacete para utilizar?

Com o crescimento dos centros urbanos no Brasil e o consequente aumento do trânsito nas cidades, cada vez mais pessoas têm se utilizado de motocicletas para se locomoverem com maior agilidade pelas ruas e avenidas.

E sabemos que para todos os motociclistas, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, é obrigatório o uso de capacete, tanto pelo condutor quanto pelo acompanhante da garupa.

Mesmo sendo um item obrigatório e comum a todos, poucos sabem como escolher o capacete adequado à sua necessidade. As diferenças entre um modelo e outro não se limitam apenas às  questões estéticas, mas também abrangem o quanto cada um deles oferece de proteção ao usuário.

E, claro, além da segurança, um bom capacete a ser escolhido é aquele que vai oferecer o maior conforto e higiene durante o uso. Para ajudá-lo a conhecer mais detalhes sobre esses acessórios fundamentais à vida e tornar mais fácil a escolha do mais adequado ao seu estilo, vamos apresentar algumas dicas que você não pode deixar de levar em consideração. Veja:

Tipos de Capacete

capacetes tipos aberto misto motocross modular

Apenas quarto tipos de capacetes são regulamentados para o uso no trânsito brasileiro

De acordo com as leis de trânsito brasileiras e o INMETRO, são regulamentados quatro tipos de capacetes no Brasil: o integral, o misto, o modular e o aberto.

O capacete integral é o mais utilizado e seguro de todos. Conhecido também como “capacete fechado”, ele apresenta uma estrutura única que protege toda a cabeça, possuindo abertura apenas na parte da viseira.

Em termos de design, há diversos estilos, tanto masculino quanto para o feminino. Para os homens, destacamos o Capacete Shark S700 Tika Matt KAW. Com estilo de capacete esportivo, igual ao dos pilotos de corrida, ele chama a atenção pelo desenho simples, mas moderno.

Já para as mulheres, que geralmente gostam de cores como rosa e vermelha junto com desenhos mais delicados, está disponível esse modelo New Spart da EBF, que é muito legal.

capacetes fechados shark new spark masculino feminino

Capacetes femininos e masculinos do modelo fechado

O capacete modular é parecido com o integral, porém a queixeira é acoplada a viseira e ambos podem ser totalmente levantados. O problema é que, com a flexibilidade da queixeira, a eficiência da proteção desse modelo não é igual à do integral.

Muitos motoboys têm optado por esse modelo, pois permite a rápida identificação do rosto do condutor por parte de portarias de estabelecimentos, sem a necessidade de ter que tirar o capacete por completo.

O Capacete V-Pro Jet 2 Carbon Preto e Vermelho Pro Tork é um dos modelos com esse conceito. Ele é bem bonito, com seu design estampado com gráficos modernos e revestido com forro acolchoado.

capacete modular pro jet carbono pro tork

Capacete Modular Pro Jet 2 Carbon da Pro Tork

O capacete misto é similar ao modular, porém a queixeira pode ser removida, deixando apenas a viseira. Com isso, a eficiência na proteção em caso de acidentes fica mais baixa.

O modelo Peels Mirage Revo é um desses, oferecendo a versatilidade para quem utilizá-lo, além de contar com viseira fumê, que protege os olhos em dias de sol.

capacete misto peels mirage revo

Capacete Peels Mirage Revo em vários ângulos

O capacete aberto não possui queixeiras. É um modelo muito usado por motociclistas que fazem parte de motoclubes, por exemplo. Entre todos os modelos, é o menos seguro. Alguns deles nem possuem viseira, o que exige, conforme a lei, o uso de óculos protetores.

Para quem curte desfilar seu sentimento de amor pelo Brasil, esse capacete aberto New Atomic Pro Tork é muito bacana.

capacete aberto brasil new atomic pro tork

Capacete aberto com bandeira do Brasil da Pro Tork

Por fim temos o capacete de estrada, também conhecido como capacete motocross. Ele fica categorizado dentro dos capacetes integrais. Com estilo mais esportivo e radical, apresenta a queixeira mais alongada, para maior proteção contra quedas, e aba para proteção contra o sol. Alguns capacetes não possuem viseira, por isso é necessário a utilização do óculos protetores. Não é recomendado para o uso no dia a dia.

O Capacete Cross EBF Motard é um modelo típico desse estilo. Ele apresenta viseira e revestimento em tecido plumado com forro antialérgico, além de um design combinando preto e dourado.

capacete cross ebf motard estrada

Capacete Cross EBF Motard é do modelo motocross

Tamanho do capacete

Esse ponto é sem dúvida o mais importante. Assim como ocorre quando compramos um sapato, recomenda-se que o tamanho não fique muito apertado, porque pode causar desconforto na hora de vestir ou retirar o capacete. Também não se recomenda uma medida muito larga, já que, em caso de acidente, pode ser um risco enorme, pois haveria o risco de acontecerem dois impactos: o do capacete no solo e da sua cabeça na parte interna do próprio capacete.

O ideal é usar um tamanho justo. Para saber qual o tamanho correto, há uma receita: usando uma fita métrica, meça a circunferência da cabeça na altura das sobrancelhas e ponta superior da orelhas.

Após ter a medida é só consultar a tabela de conversão, já que algumas marcas utilizam o padrão americano; outras, o padrão europeu.

tabela medidas capacete tamanhos

Consulte a tabela e veja qual o tamanho ideal para você

Conforto e Higienização

Além da segurança, escolher um capacete confortável e higiênico é fundamental. Nesses pontos, devemos observar o forro do capacete.

Dê preferência a capacetes com forros acolchoados e removíveis. Além de amortecerem o impacto de uma batida, evitando contato com a parte dura do capacete, eles podem ser retirados para serem lavados para ficarem sempre limpos e livres de odores de suor, evitando a proliferação de ácaro e bactérias no seu capacete.

capacete higiene limpeza conforto

Capacetes que facilitam a higienização são bem vindos

Outras dicas

E, claro, além de tudo isso, observe sempre a procedência do modelo. Veja se o modelo possui o selo do Inmetro, o comprova a sua segurança para uso.

Também é obrigatória a utilização de fitas retrorreflexivas nas laterais e traseira do capacete. Vale lembrar que a não utilização desses itens ou até mesmo a condução utilizando um capacete inadequado é considerada falta gravíssima.

Por fim, capacete tem data de validade. Com o passar do tempo, mesmo sem ter sofrido impactos, o material perde a eficiência. Observe sempre a etiqueta e confira quando você precisa troca o seu, garantindo sempre a sua segurança.

Veja Também

Comentários

Mais Acessados

curta nossa página